A bab boa em limpeza e fazer espanholas (Corno)

PUBLIQUE E LEIA AS MELHORES CRÔNICAS E HISTÓRIAS DOS FÓRUNS CARIOCAS!

A bab boa em limpeza e fazer espanholas (Corno)

Mensagempor LanaHot » Qua Jun 07, 2017 9:01 pm

Dias atrás, era sábado e eu acordei com o som da campainha. Era Lilian, a babá.
Minha esposa tinha ido a visitar os pais dela e esqueceu-se de dizer-lhe para não vir. Temos um bebê de poucos meses e na manhã de sábado Lilian geralmente vem para cuidar do bebê algumas horas para que minha esposa e eu ir ao supermercado, ou para ter um momento para relaxar.
Lilian é realmente uma gata. É uma garota ucraniana de cerca 22, 23 anos. Muito gente boa e bem educada, é alta, não muito seca, loura de olhos azul-esverdeados e tem um físico realmente portentoso. Em breve, um filé.
Ela tem um rosto bonito, uma boca com lábios rosa lindos e carnudos, mas não demais, e uma comição de frente enorme, deve ser mais do que uma terça, talvez até uma quarta, mas o que me faz enlouquecer, e que sempre me deixa com tesão e de pau duro é que o peito dela é duro, firme. Você pode ver claramente como os seios estão erguidas por conta própria.
Eu me tirei várias punhetas pensando na maravilhosa espanhola que eu poderia fazer com meu cacete no meio daquelas duas melancias.
Com um pouco de vergonha porque eu ainda estava de pijama, abro a porta e digo-lhe que a minha esposa não está. Como se trata de uma menina dedicada, como ela já tinha vindo, eu concordei em deixá-la fazer a limpeza da casa.
Eu fui para o banheiro e a deixei sozinha na cozinha e disse-lhe para fazer o café. Enquanto ela imediatamente começou a trabalhar, eu admirava-a de longe.
Hoje é realmente vestida muito sexy e provocante. Ela está vistindo umas calças tipo jeans muito apertada, branca e quase transparente, uma especie de sandalia com uma sola alta e um laço fúcsia na frente, que estão em perfeita combinação com a micro jaqueta apertada na cintura que deixava imaginar muito bem o corpo dela. Através de calças que são um pouco transparentes é claramente visivel que está usando uma calcinha pequena fio dental de renda colorida.
Para não ficar com maus pensamentos, vou tomar um banho e bato uma punheta. Apos dez minutos volto para a cozinha e ele me fala com vox muito sexy: “o café é pronto, se você quiser”.
Agradeço e lhe digo que pode começar com a limpeza da casa. Ela pega a chicara na mesa e vai para a pia para pegar os produtos de limpeza e eu admiro o espetáculo da bunda dela que logo faz endurecer meu pau.
Claro que a minha esposa poderia ter encontrado uma garota um pouco menos bonita para trabalhar em casa. A situação é perigosa mesmo. Tanto mais porque entre o parto e os primeiros meses da criança a nossa vida sexual tinha reduzido muito: só punhetas e o beijo da boa noite.
Eu estava doido para foder e aquela garota estava me deixando muito animado, com sangre quente, pau duro e pensamentos libidinosos.
Terminado o cafe me aproximo à pia onde ela está lavando a louça da noite anterior e lhe digo: vou na despensa para fumar um cigarro e ligar para Miriam, a minha esposa.
Entro na despensa, um quarto pequeno onde há uma janela, e ligo o cigarro. Dentro de mim eu me pergunto o que ela pensa de mim, se faço ela ficar com tesão ou se não gosta de mim… gostaria de saber. No final, eu vejo ela apenas alguns instantes, porque normalmente quando ela chega em casa nós saímos.
Eu pego o telefone do bolso e faço o número da minha esposa. “Olá querida … sou eu! … sim tudo bem. Olha, a Lilian veio, você esqueceu de falar para ela que você não estava… como o que fiz? Como ela já estava aqui fiquei com pena de manda-la embora de volta para casa. Ela acordou cedo, fez aquela viagem toda, e não era culpa dela. A culpa é nossa, mas você sabe que eu não tenho o número dela … “Enquanto isso, a conversa estava virando um bate-boca, sinto Lilian abrir a porta e quase silenciosamente entrar na quarto. Acho que ela está à procura de algo, ou que quer jogar o lixo.
De repente eu sinto o perfume dela, sinto ela respirar perto do meu ouvido e os labios mordiscar o lóbulo da orelha. Meu pau estremece e fica duro como marmore. Enquanto eu não posso me virar, porque ela me empurra com seu peso e seus seios, eu sinto que coloca a mão delgada nas minhas calças e desliza em minhas cuecas. Pega meu pau com firmeza e então começa a esfregar suavemente as bolas. Acarícia-las, pesa-as, aperta-as e massageia-las.
Eu não estou entendendo exatamente o que está acontecendo. Eu escuto a voz da minha esposa do outro lado da linha e dentro de mim eu queria gritar de prazer. Nossa que paraiso! Ela sabe como fazer com aquela mão! Meu cacete está pulsando de tanto prazer!
Depois de um tempo sinto minhas calças cair e Lilian desce atrás de mim e lambe e beija a minhas costas, e ajoelha para trás de mim. Com a sua lingua quente está explorando minha bunda, lambe minha bunda todinha. Estou enloquecendo de tesão!
Meu pau é duro como um cacete. Lilian o pega enfiando uma mão no meio das minhas pernas e puxando-o para trás, causandome um pouco de dor pela tensão e dobra meu pau para trás. Não estou imobilizado, mas o prazer da sua massagem me bloqueia. Ela me convida com um movimento doce para dobrar um pouco para frente e puxa para trás meu caralho duro e com a ponta do seu dedo escaneia cada centímetro da ponta do meu pau.
Enquanto a ligação pega um rumo em que minha esposa percebe que estou me distraindo, Lilian acaricia toda minha barriga e sem que eu possa recusar-me pega meu pau dobrado para trás e abrange toda a cabeça com sua boca. A saboreia como se fosse um grande morango, sinto os lábios que circundam completamente a minha cabezinha, o calor de sua boca e a saliva, o aroma de seu bálsamo para cabelos de puta de talento que surge do seu corpo … estou em êxtase. Enquanto ele entende que eu estou perdendo a luz da razão começa a chupar todo meu pau. Oh meu Deus… Eu nunca gozei tanto para um boquete.
Será a novidade desta posição incomum, mas termino rapidamente a ligação assim que me posso concentrar no prazer que a boca da Lilian está me dando. Chupa meu cacete como se fosse uma grande banana, de cima para baixo… muito lentamente. Fluir rapidamente por todo o pênis, primeiro com a boca , em seguida, com a língua. Corre rapidamente por todo o pau primeiro com a boca e depois com a ponta da lingua. Lambe todos os cantinhos e me excita com golpes rápido da ponta da lingua que me enloquecem. Com a mão bem colocada na base do pênis a cada momento alterna uma leve masturbação com mordidinhas da minha glande quase como se quisesse me punir.
Em seguida, solta a pica e rola a língua ao redor da borda da cabeça do penis, depois o chupa como se ele quisesse me dar um chupão. Estou de olhos fechados e eu sei que estou prestes a explodir. De repente eu gozo monstrusamente. Explodo com um jato de porra, meu pau está pulsando, continua esguichando porra mas ela não solta a vara, segura firme na boca, gulosa de esperma, a safada. Ela engole tudo e depois lambe e limpa perfeitamente a cabeça do meu pau, quase roxa por causa de tanto chupar.
Em um momento de lucidez eu viro e olho para ela.
Ela sorri docemente enquanto continua lambendo meu caralho. E fala: você me quer…
E como negar, é verdade, absolutamente verdade. E ela olha para mim com seu rostinho angelical de vagabunda.
Me inclino e a beijo com grande ardor, abro o zip da camisola para liberar o peito dela e como imaginavo constato que a safada não usa sutiã.
Nossa que peito espetacular!
Meu sonho está prestes a se tornar realidade. Não deixo-a repeti-lo uma segunda vez. Coloco novamente meu pau na boca dela e começo a fode-la na boca para molhar bem meu cacete e faze-lo voltar bem duro, depoi da gozada.
Terminado o “trabalho” tiro meu pau da boca e o coloco no meio daquele peito espetacular. Ele é exatamente como eu sempre sonhei, grande, redondo, branco com dois mamilos cor de rosa e um decote muito profundo.
Ela sorrindo afasta as mamas para abranger meu pau no meio daquele paraíso de carne.
Com jeito de verdadeira puta ela começa a se mexer vigorosamente para cima e para baixo, me faz uma espanhola que é o fim do mundo. Para completar a brincadeira, cada dois ou três golpes me dá um beijinho, quase uma chupadinha, pR me fazer eloquecer ainda mais, a safada.
A cada golpe olha nos meus olhos com um olhar tesudo, com um ar luxurioso de perfeita prostituta. Imita uma lambida rápida e, em seguida, roteia a língua em sua boca perfeita.
Após dois minutos deste tratamento gozo outra vez, 4 ou 5 jatos de porra que inundam o rosto dela. Gozo em toda parte: na boca, no peito, talvez até um pouco na camisa e no cabelo. Com jeito espontâneo agarra meu pau e o coloca de novo na boca chupando intensamente a cabezinha. Se não fosse que ela já tinha completametne esvaziado minhas bolas eu poderia ter tido mais um orgasmo para a violência e luxúria deste tratamento. Só posso sonhar tanta putaria, safadez e paixão de minha esposa.
Eu estou no céu, eu quero gritar de prazer. Depois de alguns momentos o meu pau permanece suspenso pulsando no ar na frente de seu rosto, ela se levanta, sorri para mim e dolcemetne me dá um beijo ao gosto de porra e me diz com a sua cadência, “Eu sei que você me quer, Eu te quero tanto também… Eu também sempre quis teu cacete… gostoso!
Continuo como estúpido para a maravilhosa experiência e as palavras dela. Ela abre a porta da despensa e desaparece de volta ao trabalho. Enquanto estou tornando em mim, sinto o telefone que toca, é a minha esposa.
Atendo e falo “Sim amor, Diga-me querida.” “O que você disse?” “Não, não estou arfando. Você está sentindo minha falta? Eu também amor… O que estou fazendo?”
“Eu só estava fumando um cigarro na janela”
E entre mim estava pensando… se ela soubesse que charuto acabou de fumar a Lilian…
“Sim amor, eu também sinto tua falta. Te amo”


Autor: GatoSafado
Categoria: corno brasil
Data:

Aviso: Eu adoro uns contos eróticos então vou esta colocando alguns bem picantes :p
LanaHot
 
Mensagens: 359
Registrado em: Sáb Mai 06, 2017 7:30 pm

Voltar para HOT CRÔNICAS

Quem está online

Usuários navegando neste fórum: Nenhum usuário registrado e 1 visitante